terça-feira, 29 de setembro de 2009

Verlaine... Debussy... Amigas


Seguindo conselhos de Lany e Dany, vou me debruçar sobre Verlaine e Baudelaire.
Resolvi fazer, novamente, um caderno de poemas.
O primeiro poema escolhido, claro, Le Clair de Lune que segue abaixo.
Lembrei-me de já ter visto um post lá na Varanda.
Vale o pulinho!
Quer mais Verlaine? Vá aqui
Le Clair de Lune é para ler ouvindo Debussy, claro.



Clair de lune


Votre âme est un paysage choisi

Que vont charmant masques et bergamasques

Jouant du luth et dansant et quasi

Tristes sous leurs déguisements fantasques.

Tout en chantant sur le mode mineur

L'amour vainqueur et la vie opportune

Ils n'ont pas l'air de croire à leur bonheur

Et leur chanson se mêle au clair de lune,

Au calme clair de lune triste et beau,

Qui fait rêver les oiseaux dans les arbres

Et sangloter d'extase les jets d'eau,

Les grands jets d'eau sveltes parmi les marbres.

4 comentários:

  1. Que lindo hein, Mel.

    Adorei a carta que re-recebi ontem. O amor perfeito, mais ainda.

    Bjs, te amo,
    Mô.

    ResponderExcluir
  2. OI Bel

    Tenho um moleskine rosa pra escrever poemas e musicas francesas...mas já ando escrevendo em outros idiomas ..descaracterizei o pobre...
    kkkkkkkkkkkkkk
    Ai sais

    BJKAS

    ResponderExcluir
  3. Tem um selinho p/ vc lá no Quartinho!

    ResponderExcluir
  4. Ia te perguntar se não estava precisando de uma trouxa de roupas para lavar.rsrsrs
    Mas resolvi esperar para ver se depois que Bernardo nascer você vai ter tempo de inventar tanta coisa!
    Entre na Ecobrinque para ver o que acha.
    Ainda faltam muitas coisas mas já dá para se ter uma ideia. Aguardo seus comentários, já que você tem muito tempo disponível (rsrsrs, pois eles me são muito preciosos.
    bjocas

    ResponderExcluir

Obrigada por passar por aqui e deixar um comentário!

Ocorreu um erro neste gadget