segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Audioteca Sal e Luz- serviço de utilidade pública



Audioteca Sal e Luz

A Audioteca Sal e Luz é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, que produz e empresta livros falados (audiolivros) . 

Mas o que seria isto? São livros que alcançam cegos e deficientes visuais (inclusive os com dificuldade de visão pela idade avançada), de forma totalmente gratuita.
Seu acervo conta com mais de 2.700 títulos que vão desde literatura em geral, passando por textos religiosos até textos e provas corrigidas voltadas para concursos públicos em geral. São emprestados sob a forma de fita K7, CD ou MP3.
DIVULGUE! 
Se você conhece algum cego ou deficiente visual,DIVULGUE!

Para ter acesso ao acervo, basta se associar a sede que fica situada à Rua Primeiro de Março, 125- Centro. RJ. Não precisa ser morador do Rio de Janeiro.
A outra opção foi uma alternativa que se criou, face à dificuldade de locomoção dos deficientes na nossa cidade.
Eles podem solicitar o livro pelo telefone, escolhendo o título pelo site, e enviaremos gratuitamente pelos Correios.

A  maior preocupação reside no fato que, apesar do governo estar ajudando imensamente, é preciso apresentar resultados. A audioteca precisa atingir um número significativo de associados, que realmente contemplem o trabalho, senão ele irá se extinguir e os deficientes não poderão desfrutar da magia da leitura.

Só quem tem o prazer na leitura, sabe dizer que é impossível imaginar o mundo sem os livros... 

Ajudem, Divulguem!
Atenciosamente,

Christiane Blume - Audioteca Sal e Luz. Rua Primeiro de Março, 125- 7º Andar. Centro - RJ. CEP 20010-000
Fone: (21) 2233-8007 
Horário de atendimento: 08:00 às 16:00 horas
http://audioteca.org.br/noticias.htm
  

domingo, 29 de agosto de 2010

Ironias do Amor


Comecei a asistir ao filme por conta do figurino. A Atriz principal, que é uma fofa, está sempre com uma peça de tricot ou crochet. Desde um longo casaco chiquérrimo até um bolerinho bem cult. Fora o desfile de cachecóis com fios super grossos como o da foto acima que é feito em correntinhas. A filhota amou. Já viram que vou fazer para ela, of course!
Mas o filme é, no mínimo, intrigante. No começo a gente pensa: a menina é louca, bipolar, drogada...
A estorinha vai se desenrolando de uma forma que te gruda no sofá e termina de uma forma muito especial.
Sabe aqueles filmes que te trazem uma liçãozinha junto, sem ser piegas? Pois é. Esse é um deles.
Detalhe: o título é per-fei-to!
Assista ao trailler aqui. É fofo!


Olhem esse outro cachecol. O princípio é o mesmo: fio grosso e bem comprido.
Mas o mais gostoso são as risadas e a trilha que é muito bacana.
Maridão sabe que curto sounds tracks e , enquanto eu assistia ao filme foi procurar na internet. ( Ele também é um fofo) Não tem. Peninha!!! Vou ver nos créditos do filme e anotar.

Ironias do Amor (My Sassy Girl)


Elenco: Elisha Cuthbert, Jesse Bradford, Austin Basis.
Direção: Yann Samuell
Gênero: Comédia Romântica
Distribuidora: Imagem Filmes

Sinopse: Charlie é um cara muito pé no chão e Jordan é seu total oposto, uma mulher linda mas totalmente maluca. O amor é a primeira vista. Mas imagine um relacionamento que começa da forma mais bizarra possível e que passa pelas maiores catástrofes possíveis. Assim é o relacionamento dos dois, algo aparentemente sem o menor sentido e que tem tudo para dar errado naquele momento da vida deles. A grande ironia é que a única chance que lhes restam é dar o famoso tempo ao tempo.

Curiosidades:  Refilmagem do filme coreano 'My Sassy Girl', de 2001.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Filme: Amor Extremo

Interessei-me pelo filme por conta da Keira Knightley, uma atriz que gosto muito.
O filme é, intenso, chocante em alguns momentos . Mas bom, incrivelmente bom.

Elenco: Keira Knightley, Cillian Murphy, Matthew Rhys, Sienna Miller, Lisa Stansfield, Anne Lambton, Camilla Rutherford, Richard Clifford.
Direção: John Maybury
Gênero: Drama
Duração: 110 min.
Distribuidora: Imagem Filmes
Sinopse: Amor Extremo é baseado em histórias reais que giram em torno de duas mulheres muito a frente do seu tempo e seus amores. Caitlin (Sienna Miller) e Vera (Keira Knightley), o soldado apaixonado por Vera, William (Cillian Murphy), e do brilhante e incorrigível Dylan (Matthew Rhys) casado com Caitlin. Em meio as incertezas da guerra promessas são quebradas, e o relacionamento dos dois jovens casais se entrelaçaram de maneira perigosa e arriscada. A única coisa mais perigosa que uma guerra, é o amor.

Curiosidades:


» Drama biográfico sobre Dylan Thomas (Matthew Rhys), considerado um dos maiores poetas do século XX da língua inglesa. Apesar de ter morrido ainda jovem, aos 39 anos, deixou um legado poético que o tornou um dos maiores influenciadores de toda uma geração de escritores.

Sorteio imperdível


O Quartinho da Dany (quartinhodadany.blogspot.com) está sorteando 1 CD e 1 DVD Descobrindo o Mundo com Mozart e 1 CD e 1 DVD Descobrindo em Inglês. Participe!
Eu já estou participando!

domingo, 22 de agosto de 2010

Hoje, em Itacoatira... um lindo domingo

Dia maravilhoso!
Esposo maravilhoso!

Água de coco! Hum!
Só faltou o tricot!
Não faltou não.
Assim que terminei a água de coco comecei a tricotar com as lãs e as palavras . Literalmente na sombra e água fresca. Uma delícia. O Mô filmou mas eu ainda não sei colocar filme no blog.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

segunda-feira, 16 de agosto de 2010


( Linda imagem, sonho de consumo. Retirada de HABETROT , um blog lindíssimo)

Desde criança, ouvindo contos de fada, encantava-me com as rocas. Cresci vendo vovó crochetando lindas colchas, blusas e barradinhos. Cresci mais um pouquinho (um pouquinhho só porque sou miúda) e estudando Revolução Industrial ( o que tem a ver? Tudo!)resolvi fazer blusas em tricot para mim ( já fazia para as bonecas). Maior, aprendi ponto cruz, arraiolo...

Os trabalhos com linha e agulha sempre me atraíram, como ímãs.

Ontem, ao me ver tecendo as mangas da blusa da filha, o Mô perguntou-me se isso não me deixava nervosa. Hã?????  Acalma a alma. Perco-me nas lãs e linhas. Não há nada como um friozinho, vinho, filme, um par de agulhas e muita lã. Bem, isso se o amor estiver bem sentadinho ao lado, como era o caso, é céu.

Algumas vezes me senti culpada por estar tricotando. Pensava: não deveria estar fazendo isso ou aquilo?

Mas, há um tempo atrás, assistindo a um documentário sobre Edith Piaf vi que a deusa tricotava. Assim como ela, a atriz que a representou lindamente também aprendeu a tricotar. E a diva Audrey Hepburn? Também tecia seus pontinhos.

Quer mais? Joan Crawford, Tracy Ullman, Rosalin Russel,Judy Garland,Daniela Escobar e mais um monte de gente , famosa ou não.

E a Revolução Industrial? Sim, sim.
Apesar da Revolução Industrial, dos teares movidos a vapor, dos cercamentos dos campos... o tricot, knitting, tricô resiste.

Tem algo mais especial que fazer uma peça para quem você ama?
Saber que, em cada ponto, foi laçado um fio com o coração?

Vamos aproveitar o friozinho e btons tricots

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Presente para a alma e os olhos ...

Não sei qual a relação de vocês com os Correios. A minha sempre foi de paixão. Virou amor.
Desde muito nova, amo fazer encomendas, escrever cartas e ficar aguardando a chegada do carteiro.
Em Volta Redonda, o carteiro virou amigo.Levava para os Correios as minhas cartas, comprava selos, me avisava quando chegavam selos novos pois eu fazia coleção...
Quando adolescente era assinante da Ediouro e comprava, via correios, pelo menos 4 ou 5 livros por mês. O inesquecível foi Papai Pernilongo. Bons tempos. Acho que vou comprar um exemplar dele. O meu deixei em Volta Redonda.
Também tinha vários pen friends. Os mais constantes era uma americana, a Paige Martin, um angolano e duas alemãs. Com o tempo e minhas dezenas de mudanças (23 só antes de me casar. Calma, não estava devendo ninguém não! Papai era construtor e sempre achava que um novo lugar era melhor. Se ele soubesse como eu detestava mudanças...), acabei perdendo o contato. Uma pena.
Mas, vamos aos presentes. Dados e comprados por mim para euzinha.
1-Um Vade Mecum porque não tenho paciência e nem disponibilidade de ficar consultando lei no note. Além de ajudar ao Ciro também. Ele já está precisando da Constituição e de alguns códigos na faculdade. Não é fofo?
2-O cd de Eclipse. Detalhe, ganhei mais um ingresso para o filme. Por este presente eu não esperava. Vou ter que assistir de novo...
3-Dois livros indicados por alunas: Para Sempre e Sussuro. Depois eu conto se gostei, tá?
Bem, chega de falação.
De volta ao trabalho.

Carpe Diem

terça-feira, 10 de agosto de 2010

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Um Sonho Possível e um filme horrível: Funny People



Um Sonho Possível é um daqueles filmes em que você precisa do lenço porque vai chorar muitas vezes mas não vai desligar de jeito nenhum.
O pior ( ou melhor) é quando se sabe que a história é real. Pronto. Filme para chorar mesmo!!!!!!!!!
Por aqui, além de chorar rimos um tanto. Sabe por quê? Porque eu sou aquela mulher decidida, autoritária, linda... mas sem o dinheiro dela. rsrsrs
Já viram como é o povo daqui de casa, né? Meu marido é o Edward sem o volvo e eu a Leigh sem o money kkkkkkkkkk Nem tente descobrir o outro lado de cada um de nós,viu? Tem Alice, O Coelho da Alice, o Chapeleiro da Alice, a rainha da Alice. Cada um em um momento ou todos juntos...
Assista ao trailler aqui
Por falar nisso, com dinheiro tudo fica mais fácil, não é?

The Blind Side ( Um Sonho Possível)
Gênero: Biografia, Drama e Esporte
Duração: 128 min.
Origem: Estados Unidos
Direção: John Lee Hancock
Roteiro: John Lee Hancock e Michael Lewis
Distribuidora: Warner Bros.
Censura: 10 anos
Ano: 2009

Sinopse
O adolescente Michael Oher (Quinton Aaron) sobrevive sozinho, vivendo como um sem-teto, quando é encontrado na rua por Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock). Tomando conhecimento de que o garoto é colega de turma de sua filha, Leigh Anne insiste que Michael - que veste apenas bermuda e camiseta em pleno inverno - deixe-a resgatá-lo do frio. Sem hesitar por um momento sequer, ela o convida a passar a noite em sua casa. O que começa com um gesto de bondade evolui para algo maior, pois Michael passa a fazer parte da família Tuohy, apesar de terem origens bem diferentes.
Vivendo no novo ambiente, o adolescente tem de encerar outros desafios. E à medida que a família ajuda Michael a desenvolver todo o seu potencial, tanto no campo de futebol americano quanto fora dele, a presença de Michael na vida da família Tuohy conduz todos por uma jornada de autodescoberta.


O outro filme é   Funny People (nem sei qual o título deram em português)   que não consegui assistir até o final de tão ruim. Muito ruim mesmo. Começa explorando tudo: doença terminal, miséria... Ridículo, cheio de palavrões e piadas que só americano mesmo para gostar.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Chaussons Mignons. Très chic, ne c'est pas?


A foto não ajuda muito. Ao vivo ficou melhor. Eu juro. Acredita, vai?
De verdade mesmo, nem ficou assim uma brastemp. Tive um pouco de dificuldade nos chinelinhos porque usei dois tipos diferentes de lã ( você não leu errado: tipo mesmo e não só cor). E como a sola tinha uma cor e lã diferente, não ficou proporcional.
O conjuntinho foi tricotado num piscar de olhos para um bebê que vai nascer agora em agosto, filho da Amanda(colega de sala da Lu)
A receita é da Pruline e vi os sapatinhos no blog da Regina. São muito rápidos de tricotar. Como foram os primeiros, não saíram tão bons. Mas graças as dicas da Regina, os outros sairam melhores. O gorro eu vi no blog da . ( a receita é do Gorro Dani II). Tem cada um mais lindo que outro. Vai lá.
Ocorreu um erro neste gadget