sábado, 3 de agosto de 2013

E foi-se a Cléo!


Quando chegamos em casa na terça passada, Cléo não estava nos esperando. Chamamos por ela e nada! Um pressentimento ruim tomou conta de todos, afinal há duas semanas nosso lindo Tom foi envenenado. E não deu outra: mataram a minha gatinha! É a terceira!
Cléo era castrada, não saía de casa. Perambulava pelo quintal durante o dia e ficava presa quando saíamos. Por um descuido ela ficou fora de casa pois sua caixa de areia ficava no quintal.
O que mais me arrasa é saber que alguém que me cumprimenta diariamente anda matando animais por aqui. 
Quando alguns vizinhos souberam dessa perda começaram a lembrar de outros casos e, sinceramente, é de arrepiar!
Por enquanto, não quero mais bichos. Está doendo muito.
Era com a Cleozinha que tricotava à noite, assistindo tv. Ela me fazia um pouco mais alegre.
Agradeço à todos pelas palavras de carinho em virtude do falecimento (assassinato) dos meus gatinhos. Estou muito triste.Quem tem amor no coração, tem amor à vida, a todas as formas de vida e sente por elas. Amo minha família, meus filhos, os filhos dos outros, meus alunos, meus colegas de trabalho, meus vizinhos, quem conheço e quem não conheço,as árvores, os cães, os gatos, o caixeiro viajante que teima em ir ao meu quintal... Cresci com amor. Prego o amor, pratico o amor. Estou longe de ser boa, mas é a minha busca. Sou incapaz de tricotar um casaco para mim sem antes ter feito alguns para a caridade. Divido o que tenho. Amo! Nos últimos dias, morreram envenenados meus dois gatos, um do vizinho, um mico, um outro gato que passeava por aqui e, provavelmente a cadela do outro vizinho. Além de triste estou assustada: um maníaco(a) mora perto de mim e me dá bom dia!

4 comentários:

  1. Meu Deus esse mundo está perto do fim mesmo.
    Como pode alguém ser tão cruel?
    Minha cunhada tbm passou por isso.
    O gatinho dela pulou o muro e foi na casa do vizinho.
    Ele bateu com um pedaço de pau na cabeça do Branquetito,mas bateu com tanta força,que moeu a cabeça do gatinho.
    Eu não sei o que faria.
    Sei lá,prefiro nem pensar.
    Força amiga.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho, Andrea!
      É um absurdo mesmo!
      Muita gente ruim no mundo. tem horas em que a gente quase perde a cabeça, mas não dá.
      Beijão

      Excluir
  2. Izabelle do céu!! devem ter jogado o veneno no seu quintal! Não dá pra acreditar na maldade humana, não dá!! E realmente é uma pessoa que vc conhece, que te cumprimenta... realmente eu faria uma "reunião" ou mesmo sozinha colocava uma faixa em frente a sua casa com uns dizeres bem malcriado, tipo "tem assassino no bairro", eu faria mesmo!! e olhe que sou da paz! mas não mexa com os bichos não! Tadinha da Cléo... que sofrimento!!
    Tem uns gatos que vem roubar ração aqui na empresa do canil dos cães... semana passada os cachorros pegaram um... quase morri, mas isso é diferente, muito diferente.

    Tô muito sentida, muito triste por vocês... beijo grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ká, Não foram só os meus não. Foram alguns. Essa pessoa que anda envenenando os bichos por aqui deve ser muito ruim.
      Eu até entendo quando alguém se irrita com sujeira de animal no quintal... Mas por aqui quase todo mundo tem. É um condomínio pequeno, no meio da mata, sem muros entre as casa.Entende-se que, quem vem morar aqui está sujeito a ter os animais do vizinho e filhos e bola e outras coisas no jardim, no quintal, não é? Poucas casas não tem animais e a maioria foge exatamente por não ter muros nas frentes e laterais das casas, só nos fundos. E foi esse o maior estímulo que tive ao vir para cá há 7 anos atrás, saber que as pessoas se davam bem a ponto de não terem muros.É um lugar muito legal mas que, infelizmente, mora também alguém muito ruim que deveria ir morar num local isolado, longe de gente, criança, animais.
      Muito obrigada pelo carinho.
      Beijos

      Excluir

Obrigada por passar por aqui e deixar um comentário!

Ocorreu um erro neste gadget