segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Filme para chorar muito: Brilho de Uma Paixão

Esse é um daqueles filmes que tem de ser assistido de dia e sentado. É sonolento, em alguns momentos. Mas não é que seja ruim. Muito pelo contrário, é uma pérola do romantismo de John Keats na tela.  É a história do amor do maior poeta romântico inglês que morre jovem, aos 25 anos, acreditando-se um fracasso. O poeta é representado por Ben Whishaw e Fanny é quase incorporada por Abbie Cornish. Um clássico, com certeza! 
O filme se mostra uma ferramenta poderosa para os professores ensinarem o romantismo. Perfeito. Amei!
Ah! E a trilha sonora é um espetáculo a parte.

Sinopse:  Londres, 1818. O jovem poeta John Keats é vizinho de Fanny Brawne, estudante de moda de opiniões fortes. Seus mundos não poderiam ser mais distintos. Quando o irmão de John adoece, no entanto, Fanny oferece seus cuidados. Encantado, John se aproxima da moça e se oferece para ensiná-la poesia. Os dois terminam se apaixonando, e no momento em que a mãe de Fanny e o melhor amigo de John descobrem o caso, já é tarde demais para tentarem desaconselhá-los. O casal mergulha num romance obsessivo, no qual a paixão é tão forte quanto as turbulências.  

O trailler você assiste aqui   e aqui. É lindo!
Na página de cinema do UOL tem uma crítica muito bacana do filme. Leia aqui.
(Uma imagem linda, sem dúvida, mas não é a campina do Twilight? rsrsrs)

2 comentários:

  1. Parece ser lindo mesmo; minha fila de filmes tá crescendo... brigadinha pela indicação.

    bjinhos

    ResponderExcluir
  2. HUm.... gostei!
    Pela sinopse dá vontade de assistir logo.
    Abraços, Daniana
    http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada por passar por aqui e deixar um comentário!

Ocorreu um erro neste gadget