segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Orquestra de Cordas da Grota


Sábado foi dia de ouvir a Orquestra de Cordas da Grota no Solar do Jambeiro.
Cenário maravilhoso, música perfeita.
E eu, claro, chorei, chorei, chorei.
Música clássica toca na minha alma. Ela transborda e eu, choro.
Essa linda comigo é a Alê. Ex- aluna. Toca com perfeição. Já deu aulas de flauta para a Lulu. Obrigada pelo convite, linda!
Menina, como tenho orgulho de ter passado em seu caminho!
Vocês devem conseguir imaginar como é a sensação de ver alguém que cresceu perto de você se transformar num artista. Mas duvido que consigam sequer supor quantas batidas deram meu coração nessa manhã tão agradável.
Já não tenho mais ex-alunos. Tenho amigos músicos, analistas, engenheiros... Tenho até afilhados.
Como sou grata por isso!
No programa, além da beleza estonteante do solar, Handel, Bach, Autenrieth, Charpentier, Pierpont, Krieger e Tacuchian.
Ao final, aprticipação especial do Coral Escola Nossa e Collegium Musicum da UFF.
Belíssimo!

Além da música maravilhosa, estar no solar já é por si só um presente.
No detalhe, o piso em madeira e o lustre magnífico.

O autor das fotos está aí, ao meu lado, com cara de moleque travasso.
E eu, claro, de olhos marejados.
No sábado tomei uma decisão, vou bordar lencinhos para levar comigo a esses eventos.
Definitivamente, não dá para ficar enxugando lágrimas com as mãos.





Um comentário:

  1. Olha a desculpa da moça pra bordar lenços... kkkkkkkkk

    ai sais

    ResponderExcluir

Obrigada por passar por aqui e deixar um comentário!

Ocorreu um erro neste gadget