sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

O Mágico e a Judy


Pois é Leonardo, não resisti e fui ao You Tube revirar as memórias da infância...

E claro, encontrei a wonderfull Judy Garland cantando a música que talvez retrate um pedaço de mim:Somewhere over the rainbow.

Foi a música que escolhi para entrar na Igreja. Parece brincadeira, não é mesmo? Mas talvez tenha sido para marcar que eu estava indo para além do arco íris. E fui. Meu mundo hoje é, definitivamente melhor.

Por conta de andar passeando pelos blogs, retomei um monte de coisas que me fazem feliz e assistir o “O Mágico de Oz” é como um retorno à ingenuidade da infância, da parte que eu amava que era estar na casa de meus avós, onde o cenário era feito por mim, eles e minhas tias que me paparicavam enquanto me mostravam livros lindos, brincadeiras de teatro e tantas outras gostosuras que irei contando por aqui, aos pouquinhos.

Mas, ao contrário da Dorothy, eu não queria voltar para casa. Meu mundo de Oz ( Além Paraíba) era muito melhor!

Ai, nostalgia!

4 comentários:

  1. Ara... que delícia uma nostalgia logo cedo ;-)
    Não penso em casar-me agora, mas lembro-me que quando eu tinha 16 para 17 anos eu queria entrar na Igreja ao som de "Todo o azul do
    mar", Flávio Venturini.


    Beijos!

    PS: Gostei do que falou sobre o "além do arco íris". Espero que além do seu tenha muito chocolate Alpino e mais doces para tornar sua vida mais bela.

    PS2 : Grata pela visita. Deixa a porta aberta, sim? Virei mais vezes.

    ResponderExcluir
  2. OLÁ AMIGA, LINDA.

    PACIÊNCIA

    A paciência é uma qualidade fugaz.
    Queremos o que queremos quando queremos.
    Felizmente, nossas vontades só são realizadas
    no momento certo.
    Mas a espera nos dá a impressão de que nossas preces
    não foram ouvidas.
    Precisamos acreditar que a resposta virá na hora certa.
    Já pensou como nossas vidas seriam diferentes hoje se os pedidos de semanas, meses, anos atrás tivessem sido atendidos na mesma hora?
    Cada um de nós percorre um caminho único,
    com lições especiais.
    Assim como um bebê precisa engatinhar antes de andar,
    nós temos de ir devagar,
    dando os passos certos rumo ao crescimento.
    A frustração só existe porque nosso relógio
    funciona num tempo diferente do de Deus.
    Mas podemos ter certeza de que nossas preces serão atendidas algum dia, em algum lugar, e para o nosso bem.
    DESEJO UM FIM DE SEMANA MUITO ABENÇOADO,BEIJOS COM CARINHO.

    ResponderExcluir
  3. Amoooooooo esse filme ..partitura tocada até quase rasgar... linda linda demais essa música... tenho o filme aqui pra sempre qdo estou com saudades assistir de novo...
    falando nisso amiga estou comprando hoje novos filmes classicos ..já já teremos linha para tricotar ...kkkkkk

    ResponderExcluir
  4. O Filme é Mágico assim como o Mágico nele retratado. Adoro o Mágico de Oz, que re-assisti por acaso, avisado pela Lany. A Infância é sempre algo maravilhoso, não é!! E sendo assim, acaba invariavelmente produzindo adultos felizes.

    Ótima postagem e música.

    ResponderExcluir

Obrigada por passar por aqui e deixar um comentário!

Ocorreu um erro neste gadget